Da Série Boas Notícias: A Desigualdade é Insustentável


Apesar do Brasil ainda ser desigual, devemos comemorar a queda dessa desigualdade noticiada no fim de setembro pela pesquisa do IPEA (Instituto de Política Econômica Aplicada). Os números mostram que continuamos entre os países mais desiguais do mundo, infelizmente, mas também mostram que estamos crescendo em ritmo muito maior que os países europeus, com índices de desigualdade crescentes desde 1985, a exceção da França e Bélgica.

 

A China também apresentou pequena baixa na desigualdade, porém a grande diferença do crescimento brasileiro, se comparada com o país oriental, é que o modelo de desenvolvimento econômico adotado pelo Brasil vem se mostrando mais humano, sustentável e inclusivo. O Brasil de ontem, assim como a China de hoje, já experimentou o crescimento econômico sem desenvolvimento humano “fazer o bolo crescer para depois dividir”. O bolo cresceu e poucos o experimentaram; é o que vem acontecendo na China: formando poucos milionários e muitos miseráveis em condições de vida indigna.

 

Parece que estamos no caminho certo, pois as últimas medidas de incentivo à economia, anunciadas pela Presidenta Dilma no dia 24 de setembro, reforçam este modelo de desenvolvimento.

 

Leia Mais – http://migre.me/b3Rou

Veja o documento entregue à Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante a Rio+20 “A Desigualdade é Insustentável” – http://migre.me/b4Wk7

 

“Riqueza é dispor de tempo e liberdade”, Eliane Belfort

Deixe um comentário

(obrigatório)