Eleições

Câmara Municipal de São Paulo

Você já escolheu sua candidata(o) a vereadora?

Este assunto é impertinente, não gostamos de pensar sobre ele, e quase sempre votamos porque somos obrigados. Votamos desesperançados porque sabemos o quanto é difícil mudar hábitos e práticas que condenamos na política e nos políticos.

Apesar da imprensa inconsistente e alguns políticos cínicos colocarem a culpa das más escolhas no eleitor, sabemos que isso não é a verdade, pois nosso modelo político permite eleger quem não é votado; basta que o partido tenha um bom “puxador” de votos. Origem dos tiriricas, jogadores de futebol, cantores muito populares e etc. se elegendo e elegendo desconhecidos sem nenhum compromisso com a cidade e a população.

Eu me uni a um grupo de mulheres na esperança de minimizar esse quadro. Convidamos nossa amiga Cristina Kirsner, que aceitou a missão de nos representar na Câmara, com a perspectiva natural de que o mandato não será dela, mas do grupo que está construindo a sua candidatura, que apoia e confia no comprometimento e idoneidade da Cristina. Levaremos para a Câmara o trabalho com independência política, pois o apoio contínuo e forte de um grupo permitirá que o seu mandato possa ser propositivo, crítico e fiscalizador do executivo.

É preciso retomar a função da Câmara que o compadrio dos partidos e a domesticação dos vereadores pelo prefeito de plantão têm diminuído, resumindo-a em nomear ruas, ofertar títulos e homenagens, e propor dias comemorativos. Sabemos que mudar não é fácil e a pressão é forte para que todos caiam na vala comum. Por essa razão, escolhemos a Cristina, uma mulher forte na atuação, mas suave na articulação, modesta ao falar, mas superlativa no fazer. Como toda mulher, ela é multifacetada, concilia a mãe dedicada e a esposa companheira com a cidadã educação. Criou e mantém o portal Interlagos porque acredita na construção e realização coletivas. É empresária porque acredita na produção de riqueza e criação de empregos.

Convivo com a Cris desde a campanha do Paulo Skaf para a presidência da FIESP, convívio que se intensificou nesses quase 10 anos, quando a convidei para ser minha diretora adjunta no CORES (Comitê de Responsabilidade Social/FIESP), e passei a admirá-la.
Sua postura é firme, sempre pautada pela ética. Seu caráter é forjado pelo amor e otimismo, admirado por todos que têm o privilégio de desfrutar da sua amizade. Cristina é competente, leal, sincera, amiga de seus amigos, amante do bem, empreendedora acostumada a enfrentar dificuldades, não se abatera frente a esse novo desafio que a ela confiamos: o de nos representar na Câmara.

Eu confio e avalizo, dou procuração para que me represente nos próximos 4 anos e chamo você para integrar essa nova empreitada. Anote seu nº 43131.

Vamos juntas fazer a diferença na Câmara Municipal de São Paulo!

 

“Riqueza é dispor de tempo e liberdade”, Eliane Belfort

Deixe um comentário

(obrigatório)